sexta-feira, 22 de maio de 2009

Mulheres… An alien life form…

Ora bem, aqui está o fantástico post de que vos falei. Espero antes de mais que, depois disto continue a ter amigas =). Isto porque vou falar de mulheres no geral, tendo a noção de que existem excepções (por muito raras que sejam). Não se juntem para me fazer mal que muita mulher enraivecida é coisa para meter o seu medo =).
Há bocado estava eu a ver televisão e vi o anúncio da série Smallville. Para quem não sabe, esta série conta basicamente a história de Clark Kent antes de se tornar no tão famoso super-homem. Vamos ser sinceros: o super-homem era uma forma de vida alienígena, com a particularidade de ser simpático, fazer o bem e ser todo jeitoso. O vulgo “bonzão”. Depois desta divagação, um tanto ou quanto fora deste planeta, fui invadido pelo seguinte pensamento: “Haverá, hoje em dia, na nossa sociedade algo que se pareça com o super-homem?” temos pois! As mulheres…
Meninas, larguem os cabelos que vou explicar… sendo que o “fofinho” do super-homem se destacava por conseguir fazer o impossível, vou orientar a minha explicação por esse prisma: o impossível.
Sendo assim vou constatar factos. Coisas impossíveis que as mulheres conseguem, ou conseguiriam fazer.

1. Se um homem ganhasse o euromilhões, nem que fosse o último prémio, estava orientado para o resto da vida. Uma mulher tinha também a vida orientada… se ganhasse o maior prémio de sempre do dito concurso. Isto porque para a mulher há sempre mais alguma coisa para comprar, uma loja de roupa ou de diamantes para explorar… e em caso de dúvida: Compra-se o mais caro! As mulheres conseguem a tarefa impossível de gastar quantias nojentas de dinheiro em coisas que não fazem a mínima das faltas;

2. E esta é a que mais me assusta. As mulheres são as criaturas mais cínicas que alguém cá meteu a passear. Uma cascavel ao pé delas é uma Nossa Senhora de Fátima (paz à senhora).

3. As mulheres têm a capacidade sobre-humana de estar um dia inteiro num centro comercial sem comprar um par de meias que seja. Só pelo passeio. Para passear existem os jardins, não? Digo eu… ah, e quando falo num dia inteiro é mesmo das 10h até ás 23:00. Grande capacidade não acha?

4. Esta ultima capacidade tem tanto de assustadora quanto de admirável. Tendo em conta que a arte de conduzir é das mais fáceis que existem, as mulheres têm a capacidade da a fazer parecer o mesmo que conduzir um foguetão que vai prá lua… Só fazem besteira!!!


E pronto, de maneiras que é mais ou menos isto. Meninas, não se ofendam, afinal quem diz a verdade não merece castigo, e vendo as coisas de um prisma diferente… isto faz de vocês umas verdadeiras super-heroínas! =)
OPINEM!!!


Agora um bocadinho mais a sério… Espero que não se ofendam, e que levem isto com algum “fair-play”… afinal a vossa maior capacidade e que faz de vocês as maiores é mesmo a vossa capacidade de nos aturar a nós, homens! Beijinhos!




Espero que o caro leitor tenha reparado na admirável capacidade de “safar o coiro” com a introdução, não planeada deste último parágrafo…!

O ______ é nosso amigo, a ______ é nossa inimiga!

Olá a todos mais uma vez!
Está-me a parecer que este “retiro” começa a ter os seus efeitos. As ideias flúem bem e está já na forja um novo e delicioso post… mesmo aí prestes a rebentar! Atenção mulheraças! =)
Ora bem, indo ao que me traz aqui… como sabem os que comigo privam, tenho alguns cães. Quando digo alguns falo em cerce de dez, leia-se. Destes dez, três estão em casa, portanto a minha relação com a raça canina não poderia ser melhor. Aliás, se algum dia o mundo for tomado pelos cães, espero que os meus me tratem tão bem como eu a eles… =)
O cão é sabido que é considerado o melhor amigo do homem. Ora se o homem tem um melhor amigo, não terá um pior inimigo? Tem pois, mas já lá iremos, Vamos ao cão, primeiro.
A relação do homem com o cão é um fenómeno milenar que aos dois já trouxe grandes benefícios. Desde os amigos que ajudam a procurar sobreviventes depois das lixadas catástrofes, até aos companheiros de caça. O canito, diga-se de passagem é o único que não nos julga por nada. Trata-nos sempre com o mesmo carinho e amizade, se o tratarmos bem a ele. Não vale a pena divagar muito mais sobre esta relação, que é já sobejamente conhecida de todos. Portanto, conclusão: O cão é mesmo o melhor amigo do homem!
E agora só porque me apetece, vou divagar aqui sobre o pior inimigo do homem… Aqui vai!
E se o melhor amigo do homem é o cão… o pior inimigo do homem, ééé… só pode mesmo ser… … a cerveja! Sim, é triste para nós amantes do belo “sumo de cevada”, mas é a verdade. Ora passo a explicar:
A cerveja é uma coisa falsa! A cerveja é sem dúvida o pior inimigo do homem camuflado de um grande amor. Ah pois é! Isto porque nos faz sentir bem. Muito bem aliás! Não há nada que mais nos console do que uma “fresquinha”, mas depois quando são muitas juntas… o resultado é quase sempre uma facada nas costas!
Ora imagine-se o seguinte: temos uma situação que queremos resolver. E isto acontece maioritariamente em questões de “engate” ou de resolver questões amorosas. Temos tudo planeado para resolver as coisas como deve ser, um plano infalível em que nada pode correr mal. Discurso memorizado, atitudes definidas… ora bebe-se uma cerveja… não se fica satisfeito e bebem-se mais umas três… dez, vá! E acontece que ela nos obriga a fazer tudo ao contrário do que tínhamos planeado! Se tínhamos pensado em dizer que “já não há nada entre nós”… vai acabar por sair qualquer coisa do género “pronto, se for só mais esta vez não faz mal… mas depois acaba-se!”. Se queremos dizer branco, há-de quase de certeza sair preto. Quem é que nunca fez merda (sim, que não há outro nome) por causa de umas cervejas a mais?... … … … … … Bem me parecia! Ou seja, a cerveja é a maçã-de-adão dos tempos modernos.

E quando fazemos a merda por causa da cerveja, quem é que nos espera em casa como se nada fosse? Com o mesmo carinho incondicional de sempre?


EXACTO!... … … O cão!


E esta hein?...

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Uma final diferente...

E assim de rajada vêm dois posts... "este gajo também, é oito ou oitenta!", deve ser o vosso pensamento neste momento. =)
A final da taça UEFA da época 2008/2009 foi em muitos aspectos uma final diferente. Primeiro porque pela primeira vez na história, uma equipa ucraniana podia levar para casa a taça UEFA... Segundo porque esta foi mesmo a "última" final da dita competição, que para o ano passa para moldes diferentes (mais tipo "Champions").
Primeiro começo por dizer que esta alteração nos moldes competitivos da prova, só tardam por virem tarde, uma vez que esta taça UEFA há muito que perdeu o seu "encanto". A taça UEFA teve o seu auge, talvez nos anos 70/80... Anos em que na também já extinta Taça dos Campeões Europeus só competiam mesmo os 1ºs classificados dos principais campeonatos europeus: Aí sim, haviam duas provas em que havia sempre qualidade garantida. Aquando da abertura da então "Champions" a mais equipas de alguns países (4 em alguns casos!!!!), assinou-se a sentença de morte da "UEFA"... Equipas mais fracas... Jogos mais fracos... O cair progressivo da prova. Esta alteração vem dar origem a uma espécie de segunda divisão de liga dos campeões. Menos equipas e mais qualidade (sim que na fase de grupos da UEFA havia equipas que não lembravam ao Diabo). Espero ansiosamente pela coisa...
Indo ao jogo propriamente dito, a falta de Diego... Este verdadeiro génio!!!!!! adivinhava um jogo complicado para o Bremen... Mas a malta lá se conseguiu orientar com o franguinho =). Sem Diego, o Bremen é uma equipa 100% alemã, o que face ao "samba" ucraniano se adivinhava um "cudilho" como costumo dizer. Hugo Almeida até que fez falta mas acho que os alemães começaram logo a perder quando não entrou o pequeno reguila brasileiro.
O Shaktar foi o contrário... Do meio-campo para a frente: Autêntica qualidade carioca. Bonito de se ver futebol tão rendilhado, mas sem aborrecer (muito pelo contrário). Aquele Ilsinho pode vir a ser um craque raro. Atenção aos clubes de meia linha europeia... enquanto não valoriza tanto... E é o que há. Lá foi uma equipa ucraniana que ganhou a taça UEFA. Gostei... =)

E o globo vai paaaraaaa...

Bem malta... Eis que, quando estava eu sem grande inspiração para escrever... É dia de Globos de Ouro... =).
Ora bem, se calhar começava por fazer uma pequena crítica à malta. Aquando dos tão esperados Óscares de Hollywood, não se ouvia falar de outra coisa... Imagine-se que sei de amigos meus que assim como eu, fizeram um esforço tremendo para ver e entrega dos óscares em directo... Os Globos de Ouro, os nossos óscares... Ou me escapou alguma coisa, ou não mereceram da parte da malta metade do interesse. Como nacionalista que sou nestes aspectos, não gostei desta sensação... Mas se calhar foi impressão minha.
Ora bem, passando aos globos... Tenho mesmo que fazer uma referência a Bárbara Guimarães. Linda em todos os vestidos que usou. Uma apresentadora que "empresta" sempre um pouco de classe de cada vez que apresenta os nossos globos.
Em relação aos prémios nada a apontar. Nada de surpresas... Sendo que um dos momentos altos foi alcançado por uma pessoa que ia entregar um globo: António Feio. Sempre bem disposto, como é seu apanágio... Mas sempre sem "papas na língua", aproveitou para lançar recados a quem lhe dá agora mais importância por causa do pâncreas do que lhe dá pelo facto de ser (só) um dos maiores humoristas em Portugal. Enfim... O prémio atribuído a Manoel de Oliveira. Para ele, só uma coisa há a dizer: Uma personagem singular, como a "sua" rapariga loira. Bem atribuido, sim senhor! =).
Tenho no entanto que fazer um reparo à organização e à pessoa que teve a seguinte ideia: Quando foram atribuidos os prémios de cinema... Actores e actrizes mais consagrados(as) foram chamados(as) a dar umas palavrinhas sobre cada nomeado. Não fosse o facto de ter sido um copy paste dos Óscares da Academia, até tinha sido uma ideia bastante original e que tinha, com toda a certeza resultado num pormenor delicioso. Assim... E sendo isto só a minha opinião... Acabou por estragar um pouco uma festa que estava a ser "portuguêsmente" bonita... Mas pronto... Perfeição não existe e até se desculpa face ao sucesso geral da coisa.


Só mais uma coisa: Quando eu casar, e a minha mulher tiver a idade da senhora dona Bárbara... Gostava que fosse assim uma coisa parecida. =) Ca bela mulher para quem se ir para casa... =)

sexta-feira, 15 de maio de 2009

A preparar o regresso...

Para a malta que se tornou assídua leitora do meu blogue... Peço para já desculpa pela falta de posts nestes últimos tempos, mas a Semana Académica da "minha" cidade e o último fôlego, em termos de actuações da "minha " tuna, têm-me tirado tempo...forças... e acima de tudo, têm-me trazido alguma tristeza à tona... =) Se escrevesse alguma coisa agora seria assim um triste ensaio de uma tragédia qualquer, que a tristeza, essa dá mais que escrever que as alegrias... acho eu. Prefiro esperar, e quando voltar... escrever.
Escrever bem... Com a certeza de que por muito que cada etapa custe... há sempre "vida" para além dela.
Até já amigos!

segunda-feira, 11 de maio de 2009

......

Com a bandeira branca no bolso... mostro?...