sexta-feira, 24 de julho de 2009

"A vida é demasiado preciosa para ser esbanjada num mundo desencantado"

Tenho andado afastado da escrita e da leituram duas coisas de que me custa estar de costas voltadas. Ando aliás, afastado de muita coisa... mas isso já são outras conversas.
As últimas coisas que li não me deram vontade de continuar... de ler mais... Percebo agora que andava a ler as coisas e as pessoas erradas. Percebi isso graças ao meu "novo amor"... Tenho de novo vontade de devorar livros como se fossem aquelas gomas em forma de garrafas de coca-cola. Que vício danado!
Passei há uns dias por uma livraria e não sei porquê mas a boa hora, este livro chamou-me à atenção... Jesusalém, de Mia Couto...!
Não vos conto ainda a história que me parece ainda cedo (vou a meio), mas Ntunzi, Mwanito e a restanta família são por estes dias a minha companhia várias vezes por dia. Sinto uma espécie de "fardo" por só agora ter descoberto este moçambicano como ele merece. Aconselho vivamente!


- Você fecha os olhos quando me abraça?

- Nem sei pai, nem sei...

- Não deve fazer isso.

- Fechar os olhos, pai?

- Me abraçar.

3 comentários:

  1. Aguçaste a minha curiosidade.

    Thank you*

    ResponderEliminar
  2. Olá!

    Começo a pensar que este livro terá algo de especial! Hoje aconteceu-me exactamente o mesmo que descreveste: o livro, parado numa mera prateleira da FNAC chamou-me. Não conheço nenhuma obra deste autor, mas o livro colou-se a mim de tal maneira que não o pude deixar na loja e o primeiro capítulo tornou-o instantaneamente parte do meu dia-a-dia daqui em diante.
    E foi também o livro que me trouxe até ao teu blog...
    Ai... os livros são um passaporte para tantos mundos... uma perdição!
    *** Lídia

    ResponderEliminar
  3. Olá Lídia!
    O livro ainda te vai cativar mais, acredita. Quando acabares dá o teu parecer!
    Um beijinho

    ResponderEliminar