sábado, 19 de setembro de 2009

Tenho sorte de ter alguns amigos que considero serem dos bons. Tenho sorte de ter conseguido não me afastar de pessoas cujas vidas se distanciaram da minha por vários motivos... Hoje quando nos encontramos sinto que ainda temos um grande carinho um pelo outro, um respeito e uma necessidade, se quiserem, de saber o que cada um anda a fazer... Se anda bem... Isso é bom. Gosto dessa sensação de respeito e de aceitação mutua.
Mas... Há uma coisa que não gosto. Não gosto das pessoas que, ao fim de uns meros meses em que apenas nos vimos menos regularidade, parece que se esqueceram de tudo o que não deveriam... Não gosto de ter a sensação de que existem novos "amigos de copos"... e que o esforço para nos mantermos em contacto é pouco. Dá-me a sensação de que a amizade é uma coisa descartável e disso não é que não goste... É mais uma de odiar, mesmo!
Tenho dito!

2 comentários: