sexta-feira, 12 de março de 2010

Para bom entendedor meia palavra basta, já dizia o outro...
Há pessoas singulares, lá isso há. Já tive o prazer de privar com algumas. Quando essas nasceram até Deus deve ter dado uns quantos pinotes de felicidade.
Comigo não, quando eu nasci, ficou tudo como estava. Não houve danças indigenas, o sol não escureceu... muito menos nasceu uma nova estrela no céu.
A única coisa que pode ter acontecido foi a minha mãe, coitada que deve ter agradecido por as dores terem parado... e deve ter sorrido em forma de vitória. O dia continuou a ter 24 horas, os minutos continuaram a ter 60 segundos...
Comigo não houve nada disto... é porque (graças a "deus") eu sou do mais normalinho que há. Não há nada de especial em mim...
A não ser se calhar o facto de ser do Sporting...! isso sim, é singular! :)

2 comentários:

  1. Kd eu nasci Deus fez uma festão, daqueles mesmo de arromba, desculpa lá ai... lol

    ResponderEliminar
  2. mas tu de normal tens pouco, isto é, és anormal...quer dizer especial loool

    ser do sporting e alentejano não é para todos!!!

    ResponderEliminar